18 de set de 2009

Passo-a-passo da tintura dos cabelos

Além de mais fáceis de aplicar, os kits das novas tinturas trazem máscara ou creme hidratante que protege a cor, aumenta o brilho e ainda prolonga o resultado. Aprenda a tingir o cabelo em casa sem erro nem meleca

Pensou em mudar a cor do cabelo? A solução está ao alcance das suas mãos, nas prateleiras das farmácias e perfumarias. Sim, segundo pesquisa realizada por um grande fabricante de tintura, 79% das mulheres usam produtos de coloração em casa. É fácil saber o motivo: os novos kits oferecem cores afinadas com as tendências da moda e, melhor, contam com substâncias que tratam o cabelo. Tanto que a maioria das marcas já trazem máscaras pré-tingimento, para proteger os fios, e pós-tratamento, para dar um banho de brilho nele. Sem falar no resultado eficiente e duradouro.

Aqui, você vai descobrir como tirar o melhor proveito desse tipo de produto.

Tonalizante, hena ou tintura?

São os três tipos básicos de coloração que atendem a necessidades diferentes. O tonalizante parece um xampu e é indicado para realçar o tom natural do cabelo e camuflar os primeiros fios brancos. Por não conter amônia nem outro agente que abre completamente as escamas da fibra capilar, dura menos – cerca de 15 lavagens. Indicada para as gestantes, a hena não conta com substâncias químicas, que poderiam causar alergia. Age formando uma película sobre o fio, mas não tem gama de cores variadas. Por fim, a tintura conta com a ação da amônia e da água oxigenada para alterar o pigmento original do fio. Por isso, é mais agressiva e tem efeito de longa duração, mas pode desbotar.

O mistério da cor

A tonalidade da tintura que aparece na caixinha é apenas uma referência. O efeito do produto vai depender da cor natural do seu cabelo. “Mas, de uma forma geral, a recomendação é sempre escolher um tom mais claro do que o desejado”, diz Wanderley Nunes, hair stylist do Studio W, em São Paulo. Isso porque sempre achamos que o nosso cabelo é mais escuro do que realmente aparenta. E, se não gostar do resultado, é mais fácil escurecer do que clarear.

Truques que só ajudam

Depois de escolher o produto, o próximo passo é fazer o teste de sensibilidade na dobra do braço com 24 horas de antecedência. Também calcule antes quantas caixinhas o comprimento do seu cabelo vai demandar – fios longos e volumosos, por exemplo, pedem três unidades. Não lave a cabeça antes da aplicação, pois a oleosidade protege o couro cabeludo. Durante a pausa recomendada pelo fabricante, aproveite para limpar a tinta dos fios fininhos ao redor da cabeça com uma toalha úmida para não deixar o look pesado.

Deixe para o profissional

Tem coisa que não dá para fazer sozinha. Os kits servem para quem nunca tingiu os fios nem se submeteu a outros tipos de química, como alisamento ou relaxamento. Também vale para retocar a raiz de quem já pinta o cabelo. Mudar do preto ou do ruivo para o loiro é missão para um cabeleireiro. Nos dois casos, deve-se neutralizar os pigmentos naturais ou de tinta do fio para, depois, aplicar a nova cor. Também não se arrisque a virar uma loira-platinada sem a ajuda de um bom profissional – nem pense em usar descolorante ou água oxigenada em casa. O resultado pode ser um desastre total, e isso ninguém quer!

Fonte: Boa Forma

Compartilhe suas dicas conosco - clique aqui ou na caixa de comentários
Gostou? Comente!

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário e sua visita! Não esqueça de compartilhar suas dicas conosco! Elas são muito importantes!

Related Posts with Thumbnails

Click Dicas e Cia Design by Ipietoon Customizado por Kelly Layouts - Templates Personalizados

Google Analytics Alternative